ODS

Para que o parto (vaginal ou por cesariana) seja saudável é preciso que você faça um excelente pré-natal também.

Pré-Natal é a base do parto saudável

É isso!

Deixar o trabalho de parto iniciar por si mesmo
Toda mulher grávida precisa saber que é mais saudável e mais seguro tanto para a mãe quanto para o bebê deixar o trabalho de parto iniciar por si mesmo.

Ao final deste módulo, você deverá ser capaz de: 

identificar as etapas do trabalho de parto, reconhecendo a experiência do nascimento de sua criança como um processo normal, natural e saudável o qual afeta profundamente você e sua família.
Conteúdo do módulo
– Processo do parto: o início do parto, o papel do desconforto, as fases e estágios do trabalho de parto, as respostas físicas e emocionais

gestantes
gestantes

Primeiro, cabe ressaltar que as mulheres são diferentes entre si. Portanto as informações contidas nesta lição linhas gerais e têm caráter informativo e também educativo. Lembre-se sempre que o(a) seu(sua) médico(a) ou obstetriz do pré-natal é quem irá lhe confirmar o início do parto.

Sinais do Parto – Introdução

Em relação ao trabalho de parto, você pode não perceber nada do que já está acontecendo ou então começar a observar novos sinais que surgem conforme se aproxima a data provável do parto. Por exemplo, algumas semanas antes do parto, você pode perceber:

a criança encaixa

IMG: https://www.open.edu/openlearncreate/pluginfile.php/4817/mod_oucontent/oucontent/197/none/none/ldc_session1_fig1.jpg

– que a sua criança “desce”. Se é a sua primeira gestação, você pode inclusive sentir um certo peso na pelve, porém menos pressão nas suas costelas o que torna mais fácil respirar!

Quando a criança “desce” significa que ela se encaixou na bacia óssea materna.

o bebe "desce"
Quando o bebê “encaixa”

IMG:https://starpathdesign.files.wordpress.com/2016/12/333-headintopelvis-63.jpg

Ocorre a descida do bebê para a pelve (se encaixa dentro da bacia), as contrações de Braxton-Hicks aumentam (irregulares e esparsas). A figura acima mostra que ocorre a descida do bebê para a pelve (se encaixa dentro da bacia), as contrações de Braxton-Hicks aumentam (irregulares e esparsas).

Fases do Parto Normal ou Vaginal

1-Dilatação – é o período mais demorado. Tem início quando se iniciam as contrações ritmadas que promovem a abertura da parte inferior do útero (colo com 10 com) e vai até o momento da expulsão do bebê. Para as primíparas (gestantes do primeiro filho), essa fase dura de 8 a 10 horas.

relaxamento muscular

Por ser a fase mais demorada (pode durar 24 horas ou mais), a técnica de relaxamento muscular progressivo, assim como outras, tal como o posicionamento (ver figura abaixo), é bastante útil para a gestante enfrentar o desconforto das contrações e o cansaço.

Posições para aumentar o conforto durante o trabalho de parto

2- Nascimento – é o momento mais trabalhoso para a mãe e para a criança. Inicia-se quando a dilatação do colo do útero atinge de 10 a 12 centímetros, de modo que a abertura do canal seja suficiente para a passagem da cabeça do bebê. As contrações tornam-se muito fortes e, em conjunto com o esforço da mãe, impulsionam a criança para fora.

3- Expulsão da placenta – após o nascimento da criança, há uma fase rápida que em que o útero se contrai ainda uma vez para expulsar a placenta, que se destaca da sua parede. Há sangramento dos vasos que a alimentavam, mas as próprias fibras musculares se contraem e estancam o sangue.

As contrações – verdadeiras ou falsas?

O corpo da mulher se prepara para o parto ao longo de toda a gestação. Porém, quando se aproxima o momento do parto aparecem algumas contrações consideradas falsas, chamadas de contrações Braxton Hicks. São indolores, irregulares e não mais que 4 (quatro) contrações por hora durante o descanso.

As contrações de Braxton Hicks quando em intensidade e frequência normais ajudam a “amaciar” o seu colo do útero, preparando-o para a dilatação durante o trabalho de parto.
Por vezes, quando o verdadeiro trabalho de parto se aproxima, as contrações de Braxton Hicks tornam-se relativamente dolorosas e surgem a cada 10 ou 20 minutos podendo fazer você pensar que entrou em trabalho de parto.
Mas, se as contrações não se tornam regulares, mais longas, mais fortes e com intervalo de tempo cada vez menor (olha a necessidade do relógio com ponteiro de segundos!), e não fazem o seu colo de útero dilatar progressivamente (quando isso acontece, o tampão mucoso cai), então provavelmente você está vivenciando um falso trabalho de parto.

relógio com ponteiro de segundos

Para avaliar a regularidade e o número de contrações de modo a saber se são verdadeiras ou falsas, você precisará de um relógio (preferencialmente de pulso) com ponteiros de segundo
O relógio é fundamental para você controlar as fases e os estágios do seu trabalho de parto.

O trabalho de parto

A partir da 38ª semana, a gestante deve estar alerta para os primeiros sinais de dilatação do colo do útero.

dilatação do colo

A apresentação dos sinais de parto não significa que você deve ir imediatamente para a maternidade. Como vimos anteriormente, a fase de dilatação dura horas.

Geralmente, na mulher primípara (que terá seu primeiro filho), o trabalho de parto ativo (isto é com contrações regulares, ritmadas e bem definidas) dura em média de 12 a 14 horas. As mulheres que já tiveram filho, podem ter um tempo médio é de 6 a 8 horas de duração.

Portanto, você pode e deve desfrutar da intimidade de seu lar e só ir para a maternidade faltando ainda umas 2 ou 3 horas para o parto propriamente dito.

No início do trabalho de parto verdadeiro, as contrações são regulares com intervalos de cinco a dez minutos.

Com o início das contrações, conforme o colo começa a dilatar, pode acontecer a perda do tampão mucoso tampão mucoso tampão mucoso é uma pequena quantidade de muco espesso (bem parecido com a gelatina de um mocotó!) que selou o seu canal cervical durante os últimos 9 meses.
Pode ser que em vez de um tampão, ou seja uma pequena massa única, você apresente um intenso muco vaginal por alguns dias. O muco pode ser tingido de castanho, rosa ou vermelho sangue com odor adocicado.

A contração é como uma onda, ou seja, cresce aos poucos, atinge um ponto máximo e depois começa a diminuir.

Com as contrações regulares eu devo chamar uma ambulância e ir imediatamente imediatamente para a maternidade. 

Verdadeiro ou falso?

Se respondeu: – Falso!Muito bem!

Uma vez que o trabalho de parto tenha realmente começado, quando você deve ir ao hospital? Cada situação é diferente da outra, mas, geralmente, é aconselhável que as gestantes devam ir para o hospital quando as contrações durarem 60 segundos ou mais, com cinco minutos de intervalo entre elas por pelo menos uma hora.

Fonte: http://www.hospitalviladaserra.com.br/maternidade/duvida/como-saber-que-chegou-a-hora-do-parto/

Se a bolsa d´água rompe?

Se a bolsa aminiótica (bolsa d’água), que envolve o bebê com o líquido aminiótico, rompe, o líquido aminiótico flui por sua vagina. E, não importa a quantidade, você deve avisar seu médico ou obstetriz imediatamente. 

Atenção! a bolsa é para ficar íntegra o máximo de tempo possível (nossas vovós diziam que a criança que nascia empelicada, isto é, dentro da bolsa, tinha sorte na vida) 

Então, em qualquer momento da gestação o seu rompimento espontâneo é uma urgência médica Geralmente, as contrações regulares iniciam antes de a bolsa romper. Mas, em alguns casos, pode acontecer da bolsa romper antes de as contrações iniciarem. Quando isso acontece, geralmente o trabalho de parto inicia logo

Não, obrigada!
Não, obrigada!
Se até você chegar à maternidade sua bolsa ainda estiver íntegra, avise ao(à) médico(a) que você não deseja que a bolsa seja rompida artificialmente. .” Todavia, além de proteger a sua criança contra infecção, a bolsa aminiótica ajuda a reduzir o desconforto das contrações uterinas. O que significa perda de água pela vagina?

Se respondeu: Rompimento da bolsa d´água. Muito bem!

Quando isso ocorre, você não sente dor, apenas a sensação de uma água morna escorrendo pelas pernas. Usualmente, a mulher sente a perda de meio litro de água, mas a quantidade vai depender de onde a bolsa rompeu. Em casos de rupturas altas, a perda de líquido pode ser pequena, apenas suficiente para umedecer a calcinha, sem escorrer.

É importante que seu médico seja informado quando você suspeitar da perda de líquido (especialmente se a ruptura ocorrer antes do início do trabalho de parto).

Fonte: http://www.hospitalviladaserra.com.br/maternidade/duvida/como-saber-que-chegou-a-hora-do-parto/

Translate »