ODS

Quanto mais junto, melhor!

Esta lição é a continuidade do parto sem dor, ativo e natural. O objetivo é tornar você capaz de selecionar as melhores opções, com bases científicas, para os primeiros cuidados do bebê, exigindo dos(as) profissionais e instituição de saúde a atenção de qualidade a qual você e o bebê têm direito.

primeira mamada

A primeira mamada na Sala de Parto significa proteção imunológica e carinho para a criança desde o primeiro contato!
Se por alguma razão, a primeira mamada não acontecer na Sala de Parto, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda que a primeira mamada ocorra logo na primeira hora de vida do(a) bebê.

Relembrando as vantagens da primeira mamada na Sala de Parto:

  • suprir todas as necessidades nutricionais do bebê
  • imunizar a criança com anticorpos passados pelo leite (colostro) materno
  • ajudar a pessoa puérpera a recuperar o corpo mais rapidamente, prevenindo a hemorragia pós-parto.
  • tranquilizar o(a) bebê

O alojamento

alojamento conjunto

Alojamento conjunto é um direito seu e de seu bebê: exija!

Segundo o Ministério da Saúde, Alojamento Conjunto é o sistema hospitalar em que o recém-nascido sadio, logo após o nascimento, permanece com a mãe/pai, 24h por dia, num mesmo ambiente, até a alta hospitalar (que deve ser o mais rápido possível!).
Mãe e recém-nascido colocados lado a lado no pós-parto, a mulher é estimulada à amamentar e a cuidar de sua criança tão logo quando possível, com o objetivo principal de proporcionar e fortalecer o vínculo mãe-filho e estimular o aleitamento materno.
Fácil você concluir que as vantagens do alojamento conjunto são:

  • Aumentar os índices de Aleitamento Materno exclusivo;
  • Estabelecer vínculo afetivo entre mãe e bebê;
  • Permitir aprendizado da mãe sobre como cuidar de seu bebê;
  • Prevenir a infecção hospitalar cruzada (que acontece nos berçários);
  • Estimular a participação do pai (e demais membros da família) no cuidado com o bebê;
  • Possibilitar a amamentação do bebê por demanda espontânea, sem rigidez de horário.
  • Reduzir a ansiedade da mãe (ou pais) frente a experiência vivenciada

Pega correta da mamada

Assista o video de 2,5 min

Aleitamento materno

A amamentação sem riscos de lesão dependem de: mão em C, fricção da boca do bebê, colocação da aréola na boca do bebê e bebê com boca de peixe – sucção perfeita!

Ao fazer este curso, ao optar pelo parto sem dor ativo e natural, ao exigir amamentar seu bebê na primeira hora e a permanecer com ele em alojamento conjunto, há praticamente 100% de chance de você ser uma adepta do aleitamento exclusivo de seu bebê até o sexto mês de vida.
O leite materno só “desce” alguns dias depois do nascimento do bebê. Nos primeiros dias a mãe produz o colostro, que é uma substância preciosa, espessa e amarelada, cheia de anticorpos e proteínas, que irá alimentar o bebê nos primeiros dias e funcionar como a sua primeira vacina. Portanto, o leite materno protege o bebê em uma fase em que seu sistema imune está vulnerável.
Um desses anticorpos, que “forra” o intestino e forma uma barreira contra microorganismos, é mais secretado no colostro, o leite produzido nos primeiros três a cinco dias do pós-parto. O leite contém, também, probióticos, bactérias que reforçam a flora intestinal do bebê.
Todavia, a amamentação requer alguns cuidados. O problema mais comum são lesões nos mamilos por posicionamento e “pega” inadequada. Cabe ressaltar que o mais importante é a “pega correta” (ver sequência de figuras e o vídeo). O bebê deve abocanhar não só o mamilo, mas toda a aréola. No início, para que isso aconteça, é importante a criança ser posicionada no colo ‘barriga com barriga”.

Nem água! Aleitamento materno exclusivo até os 6 meses

Amamentação começa no pré-natal

A amamentação começa no pré-natal com o cuidado das mamas. E também com o diagnóstico prévio de doenças transmissíveis pelo leite materno.

Quais doenças podem ser transmitidas ao bebê pela amamentação?

Sífilis, HIV, por exemplo. 

Muito importante os exames e tratamentos no pré-natal.

exames

Translate »